E de Extermínio: a literatura fantástica desembarca no Brasil Imperial
On May 15, 2020 | 0 Comments

As imensas chaminés vomitam sua fumaça na capital do Império do Brasil. Diesel Punk é um gênero retro-futurista que flerta com a ciência por trás do início da revolução industrial. Neste contexto de máquinas cheias de graxa, misturadas com carroças puxadas por mulas, Cirilo S. Lemos nos brinda com um Brasil alternativo, onde um Império decadente e místico começa a perder força em uma batalha contra um Estado Novo, corrupto e belicista.

E de Extermínio: a literatura fantástica desembarca no Brasil Imperial |

Existem muitas surpresas escondidas na leitura. Cirilo dobra fatos históricos com maestria para contar uma versão diferente do Brasil, onde a segunda guerra mundial acabou tendo um impacto maior do que o esperado a ponto do conflito armado desembarcar em território nacional, nos brindando com algumas das cenas que eu mais gostei do livro.

E de Extermínio: a literatura fantástica desembarca no Brasil Imperial |
Ashley Wood, Zombies vs Robots

E de Extermínio é uma overdose pulp cheia de ação misturando assassinos contratados, santas hyperespaciais, robôs gigantes, freiras armadas, grileiros, imperadores, generais e super-heróis com passagens bucólicas e reflexivas sobre o relacionamento de pai com seu filho, a solidão de envelhecer e a vida de gente simples que só quer acreditar em algo maior do que si mesmo.

Era de se esperar que em um cenário tão rico e cheio de detalhes a leitura acabasse se arrastando, mas pelo contrário, Cirilo é preciso, explicando muito em apenas poucas palavras. O resultado é uma obra dinâmica que passeia através dos anos para contar a história da família Trovão, assassinos de aluguel atormentados por visões que os arrastam através do conflito político do país.

E de Extermínio: a literatura fantástica desembarca no Brasil Imperial |

E de Extermínio tem todos os ingredientes para se tornar um clássico cult e é uma pena que o autor não tenha recebido maior atenção no cenário nacional. Em uma onda de livros tão parecidos, Cirilo S. Lemos misturou estilos e histórias para criar uma obra de originalidade impar provando o potencial do Brasil para a literatura fantástica, tanto na qualidade de seus autores, quanto na riqueza de sua cultura e cenário. Leiam.

E de Extermínio: a literatura fantástica desembarca no Brasil Imperial |

Leave a Reply

More news
%d bloggers like this: