Como manter a produtividade durante a quarentena?
On April 22, 2020 | 0 Comments
63 / 100 SEO Score

Agora que o mundo parou, essa é a pergunta que vem rondando boa parte da população: como se manter focado e com alto desempenho produtivo enquanto a humanidade tem esse flashback sinistro da idade média? Como aproveitar o tempo ocioso de forma positiva neste tempo de pandemia? É a pergunta que nove em cada dez dos meus colegas estão fazendo no momento e a resposta é muito simples.

Não precisa.

Certo, agora que eu consegui a sua atenção, vamos as explicações. Primeiro é importante você entender o momento em que está vivendo, o covid-19 atingiu a humanidade com um cruzado demoníaco, levando-a ao chão. A economia desacelerou, as pessoas estão ficando doentes e nós nos trancamos em nossas casas oscilando entre o medo de perder a saúde e o medo de perder os meios de subsistência. Diante de um evento deste tamanho é absolutamente normal se sentir acuado e pouco produtivo.

Mas algo me diz que se você abriu esse artigo é porquê quer ou precisa retomar sua produção, mas está com dificuldade com tanta coisa na cabeça. Sei como é. Existem alguns truques que costumo tentar sempre que o trabalho emperra e talvez algum deles sirva para você.

1. Meditação de um minuto

Theravada Buddhism Nuns Meditation
truthseeker08 / Pixabay

Quando falam em meditação as pessoas costumam pensar naqueles longos tempos em silêncio, em posições incomodas no alto de uma montanha isolada, com um ralo de luz dourada sobre a cabeça. Parece bacana, mas as vezes o tempo é corrido e as montanhas estão muito distantes, nesses casos você pode experimentar a meditação de um minuto. 

Encontre uma posição confortável – sem frescura, pode ser a sua cadeira de trabalho mesmo – mantenha suas costas retas. A dica é: se você está sentindo o peso do seu corpo pendendo para algum lugar, você não está sentado reto, ajeite as costas. Ponha o relógio para despertar, feche os olhos e concentre-se em sua respiração.

Existe um mito na meditação sobre “não pensar em nada”, mas o que a meditação treina na verdade é a sua concentração em algo, então encontre um ponto de foco. O ponto mais fácil é a sua respiração, perceba o movimento do peito, do ar, as sensações do seu corpo, tente ignorar todo o resto. Pronto, você acaba de meditar por um minuto. Eventualmente você pode ir ampliando esse minuto de meditação, mas se você repetir pausas no meio do dia para esse exercício vai ver pequenos milagres acontecendo. Agora abra os olhos e comece a escrever.

2. Siga o fluxo

Lead Mines Clough Rivington Uk
13785605 / Pixabay

Uma das dificuldades do momento é conseguir a imersão necessária para escrever sobre um assunto. Você tenta escrever uma cena e sua mente contabiliza o número de doentes da sua cidade. Tenta construir um personagem e é interrompido pela dúvida sobre se lavou ou não suas mãos quando entrou em casa (na dúvida, lave novamente). Sua mente está agitada com tudo ao seu redor e talvez a melhor forma de aquieta-la seja lhe dando voz por um momento.

Sente-se e escreva tudo o que está se passando na sua cabeça agora. Xingue o governo, agradeça gentilezas, descreva o sofrimento de quem está na rua, conte seus maiores medos e siga escrevendo. Não se preocupe em colocar as coisas em ordem, em fazer sentido, em soar poético, seja apenas verdadeiro com o que passa na sua cabeça e deixe acontecer. Quando as vozes na sua cabeça começarem a silenciar, você vai encontrar o espaço para escrever sobre o que realmente precisa. Esse exercício é duplamente útil, vai te ajudar a se concentrar e vai te fornecer um vasto material sobre seu subconsciente.

3. Limpe a casa

Contrail Clean Sky Window Cleaner
pixundfertig / Pixabay

Lave as mãos, passe álcool no seu computador, lave a louça, organize os livros, faça a cama, tome banho. Dê movimento ao seu corpo, para dividir a atenção da sua mente. Você já reparou a quantidade de ideias que temos durante o banho? Isso acontece porquê enquanto realizamos essas tarefas automáticas e enfadonhas, o cérebro aproveita para dar uma escapada, analisando ideias que estavam em segundo plano. Se você quiser tomar as rédeas do seu cérebro enquanto desinfeta sua área de trabalho, faça uma pergunta sobre a história em voz alta. “O que vai acontecer depois que este personagem fizer tal coisa?”. Se a sua mente for parar em outro lugar, refaça a pergunta. Logo as coisas vão começar a sair. Quando terminar sua tarefa, sente-se e escreva a resposta.

4. Fale com alguém

Speak Talk Microphone Tin Can Can
RyanMcGuire / Pixabay

Sempre que estou travado em algum ponto da história eu tento falar com alguém sobre ela. Conto meu objetivo, resumo os acontecimentos, explico o que está me fazendo travar. Em 90% das vezes, quando tento explicar para alguém o problema que estou tento, acabo encontrando a solução ali mesmo. A vantagem aqui é que, se você está sozinho em casa, a conversa pode te ajudar a enfrentar o isolamento. De quebra, você pode falar com alguém que está passando por um momento parecido e ajuda-lo com seu problema. Só vejo vitórias. Para mim esse exercício funciona muito melhor falando com a pessoa diretamente, existe algo no som das palavras que ajuda as coisas a ficarem em ordem, mas se não for possível, mande uma mensagem e veja se resolve.

5. Fale sozinho

Girl Person Female Young
Free-Photos / Pixabay

Falar com outras pessoas é legal porquê o retorno te ajuda a encontrar o caminho, mas se você não está muito afim de falar com ninguém agora, ou se não tem ninguém disponível (poxa cara, manda um alô ai que eu topo essa conversa, OK?) você também pode falar sozinho. Eu falei sozinho a vida inteira. Adoro andar e conversar comigo mesmo. Se você sentir vergonha de fazer isso em público a dica é colocar o telefone na orelha e fingir que está conversando com alguém do outro lado. Sério. Faço isso o tempo todo e funciona quase tão bem quanto ligar para os amigos para contar sobre a história. Esse artifício também é uma mão na roda quando você quer desviar dos vendedores de revista que te perseguem no meio da rua, mas não fui eu quem te ensinou isso, ok?

6.  Escreva outra coisa

Italy Tuscany Road Fog Misty
Yakir / Pixabay

As vezes o texto precisa de um tempo de maturação e escrever sobre outra coisa pode ajudar. Se o seu projeto atual está travado, tente mudar de ares e escrever algo completamente diferente. Talvez um artigo para o seu blog, uma crônica do seu dia. Talvez uma história romântica ou uma cena de guerra. Não importa! Nem tudo o que escrevemos é para ser publicado. Talvez o que você precise no momento seja se cobrar menos, escrever de forma despretensiosa, sem a pressão do julgamento alheio, lembrar um pouco de como era ser criança e brincar de faz de conta. E se não ficar bom, simplesmente jogue fora. Existe algo de terapêutico em se desprender de um texto ruim. Experimente. 

7. Bullet Journal

Female Diary Journal Write
picjumbo_com / Pixabay

Um dia desses vou fazer um artigo inteiro sobre Bullet Journal, mas por enquanto as informações básicas. Os BuJos são uma forma de organizar o seu dia-a-dia. Uma espécie de planner feito a mão, onde você define o que é importante. É uma ferramenta excelente para se organizar quando tem muitos projetos em andamento, mas descobri nessa quarentena que ele também serve para se organizar quando você não tem nenhum compromisso urgente.

Percebi que a sensação de que o prazo está se aproximando me ajuda a sair da inércia e a trabalhar. Se você quiser saber o que é um Bullet Journal em detalhes, eu te recomendo esse link, mas se você precisa de algo mais imediato, funciona assim: faça uma lista de projetos, depois divida-o em tarefas mais simples, distribuindo-as durante os dias da semana. A cada dia tente eliminar todas as tarefas da sua lista, o que você não conseguiu fazer, redistribua para os próximos dias. Parece simples, não é? E é mesmo, mas tem uns segredinhos.

  • Divida a tarefa em sua forma mais simples. É melhor três tarefas rápidas do que uma tarefa demorada. A sensação de que você está evoluindo vai te motivar a seguir em frente.
  • Seja honesto consigo mesmo. Não adianta anotar na lista que na segunda-feira você vai reescrever o Senhor dos Anéis em seis volumes, você sabe que isso é impossível. Organize as tarefas do dia dentro do tempo que tem livre, para não se sentir frustrado e acabar desistindo.
  • Siga adiante. Se a tarefa que tinha planejado fazer hoje por algum motivo travou, transfira ela para outro dia e faça a próxima tarefa. Um bujo não é os dez mandamentos, ele não foi escrito em pedra. Sua maior vantagem é exatamente o poder de ser completamente rasurado quando deixa de ser útil.

Conclusão

Legs Window Car Dirt Road Relax
Greyerbaby / Pixabay

O mais importante no momento é cuidarmos da nossa saúde física e mental, então não se cobre tanto. Faça do tempo o seu amigo. Se não tem nenhum prazo para cumprir deixe-se divagar. Assista alguns filmes, leia alguns livros, ouça música olhando para o teto, faça faxina, não importa. Você não precisa ser produtivo o tempo todo, ainda mais em uma época tão conturbada como essa. Pare de se cobrar tanto.

Sei que é mais fácil falar do que fazer, eu mesmo tenho uma dificuldade imensa de ficar parado. Acho importante reconhecer as pessoas cuja produção ajuda na higiene mental e respeitá-las também em sua necessidade de produzir. Nem todo mundo reage a crise da mesma forma e a mesma pessoa pode oscilar entre dias de ócio e dias de produção intensa, então a primeira coisa que você precisa fazer é entender o seu momento e fazer o melhor para respeitá-lo, seja em uma longa soneca, seja em noites de escrita automática.

Espero ter ajudado um pouco. Escreva nos comentários como você está mantendo a sanidade durante a quarentena. Lembrem-se de se cuidar. Lavem as mãos e fiquem em casa. Nós falamos em breve.

Leave a Reply

%d bloggers like this: